Contribua com a AJUDEMU

Nos ajude a apoiar os refugiados dos conflitos armados de Cabo Delgado

CABO DELGADO_ONU.jpg

Entenda a situação em Cabo Delgado

Os conflitos armados em Cabo Delgado, no norte de Moçambique, devido à invasão de extremistas e grupos não-estatais na região, já duram mais de 4 anos. Situação é responsável por mais de 670 mil deslocados no país, desde o início dos confrontos, em 2017.

 

Para que entenda: a província de Cabo Delgado faz fronteira com a província de Nampula, região da qual milhares de pessoas se deslocaram procurando refúgio. Àqueles que conseguem chegar até lá se espalharam e se espalham por diversos bairros, vivendo em situações lastimáveis e sem recursos, sofrendo também com problemas psicológicos, ocorridos pelas perdas dos parentes. 

Palavra do Diretor da Ajudemu

A Ajudemu- Associação Juvenil para o Desenvolvimento de Murrupula é uma organização sem fins lucrativos, criada em 23 de julho de 2007.

 

A Associação promove políticas de combate à pobreza, buscando o desenvolvimento humano local por meio da advocacia, saúde, educação, assistência social e prestação de serviços de qualidade às comunidades da província de Nampula

Iassito Mohamede Kamuedo

Ajude a AJUDEMU a continuar oferecendo cursos gratuitos para refugiados dos conflitos de Cabo Delgado.

A fim de auxiliar, AJUDEMU desenvolve um projeto chamado ‘Recomeçando Vidas’, que tem por objetivo capacitar jovens refugiados dos conflitos em Cabo Delgado, oferecendo cursos gratuitos de Corte e Costura e Serralharia Civil. O propósito é recolocar os envolvidos no mercado de trabalho, contribuindo para o autossustento, empoderamento econômico e, consequentemente, combate à fome.

 

Para dar continuidade aos cursos, AJUDEMU realiza uma campanha de arrecadação de fundos para a compra de materiais, como máquinas de costura e tecidos e máquinas de serralharia, que serão doados aos jovens refugiados após o término dos cursos. Ação tem como objetivo possibilitar que todos possam iniciar seus próprios negócios.

A campanha tem como meta arrecadar o valor de MZN$ 50.000= R$ 4.000 = US$ 792,58.

Ajude os refugiados de Cabo Delgado a reconstruírem as suas vidas

Ernestina

ERNESTINA  ERNESTO

23 anos, Distrito de Muidumbe, Província de Cabo Delgado.

Aluna do curso de Corte e Costura da AJUDEMU.

Me chamo Ernestina Ernesto, tenho 23 anos de Idade, sou do Distrito de Muidumbe, Província de Cabo Delgado e sou formanda do curso de ‘Corte e Costura’.  


Assim que terminei o curso, com sucesso, passei a sonhar em ter um pequeno ‘ateliê de moda’. Sei que é um sonho difícil, mas não impossível. Seria um bom recomeço, depois que meus pais perderam todos os nossos bens por conta dos conflitos provocados pelos insurgentes. 

Com um pequeno ateliê, conseguiria ganhar dinheiro para ajudar a mim, meus irmãos e os meus pais. Deixaríamos de viver de favores, pois haveria condições de arrendar uma casa e, assim, teríamos liberdade, o que infelizmente não ocorre hoje. 

Quero aproveitar essa oportunidade e agradecer ao Senhor Secretário do bairro que me selecionou para fazer parte do curso, junto a outras meninas que também se encontram na mesma situação. Igualmente, agradecer a AJUDEMU, por ter desenvolvido este nobre projeto que, certamente, além de mim e as outras meninas que tiveram a oportunidade nesta primeira fase do projeto, poderá ajudar mais pessoas que precisam. O número é grande aqui na cidade de Nampula.

Que a paz de Deus esteja convosco
 

Titos Cornélio Moamba

22 anos, aluno do curso de Serralharia da AJUDEMU.

Meu nome é Titos Cornélio Muamba, tenho 22 anos, sou de Cabo Delgado, distrito de Muidumbe.

 

Após o início do conflito, do dia 07 de abril de 2020, vimos que a situação não era boa e fugimos para o mato. Vivemos lá por duas semanas, esperando a situação acalmar para voltarmos à nossa casa, mas o conflito permaneceu.

 

Perdemos as nossas casas e todos os nossos bens, o que incluiu até os meus documentos. Naquele cenário, também vi meus irmãos serem mortos e fugimos para o distrito de Mueda. Lá, conseguimos carona até Nampula, onde havia alguns familiares que nos ajudariam.

 

Fazer o curso da Ajudemu está me fazendo bem, irá ajudar a mim e a minha família, também poderei ajudar outras pessoas depois. Eu já sei fazer fogão, mesinhas e estou aprendendo muitas outras coisas aqui.

 

Eu agradeço muito por essa oportunidade oferecida pela AJUDEMU e os seus parceiros.